Maggots Motherfuckers ↓

Translate/Tradutor

Visualizações do blog:

24 de mai de 2012

☨R.I.P Paul Gray☨ 2 anos sem ele!


2 anos sem Paul Gray, sem esse incrível ser humano e baixista do Slipknot. Passou tão rápido.

Com certeza no mundo todo, muita gente enfrentou uma dura realidade no dia de hoje ao acordar e pensar que já fazem 2 anos que Paul Dedrick Gray não mais entre nós, fisicamente, pois em espírito sempre esteve e sempre estará tenho certeza disso. Mesmo que os caras do Slipknot nunca leiam essa minha homenagem ao Paul, gostaria de dedicá-la a eles e à sua esposa, Brenna Gray, que no dia de hoje com certeza deve ter sentido mais saudades do que nunca. Cada dia sem ele é uma batalha, especialmente para ela. 

Paul era indescritível: dedicado, feliz, amigo, talentoso, humilde entre muitas outras qualidades. Se pegássemos os membros do Knot e eles falássem sobre Paul e tudo o que ele representava, tanto na banda como na vida de cada um deles, no final teríamos um filme. Com certeza o baixista do Slipknot era único, insubstituível e assim como todo ser humano também cometeu erros, fez escolhas ruins. Envolveu-se com drogas, mas como a própria Brenna disse "Ele era uma pessoa incrível e eu quero que as pessoas se lembrem dele dessa maneira", então seja lá quais foram os erros do #2, nada mais importa, nunca importou pois o que definiu quem ele era de verdade foi o seu amor, sua importância com o próximo. Independentemente de suas más escolhas, Paul sempre será lembrado como um ser humano incrivelmente solidário e talentoso.

É como Corey Taylor disse na coletiva de imprensa um dia após a sua morte:
"A única forma de resumir Paul é o amor". 

A maior prova disso está nas redes sociais: Facebook, Orkut e Twitter foram tomadas por mensagens de luto, de memórias e palavras dedicadas ao #2, que tragicamente nos deixou em 24 de Maio de 2010, por conta de uma overdose de morfina.  

Antes de sua morte, Paul afirmou que a música era tudo para ele à qual esteve sempre envolvido, o que levava-o a passar muitas horas com seu baixo, tocando e tocando. Além de baixista, em determinadas canções fazia um vocal de apoio junto à Corey, Chris e Shawn, como em Spit It Out. Ele era a essência do Slipknot, tendo sido o co-fundador e principal compositor, embora muita gente não saiba disso. Basicamente Paul era o coração do Slipknot e dos caras da banda, ele era e ainda é de vital importância tanto para os integrantes como para nós, Maggot's. Apesar de todas as dificuldades enfrentadas por todos nós que temos alguma ligação com o Knot no dia de hoje, tento me concentrar no fato do Paul ser incrível.


Ele está conosco, está dentro de nós, basta entrar em sintonia com ele e sentir. Eu sei disso, eu sinto. Ele sempre esteve aqui e sempre vai estar. E se mantermos esse pensamento e as memórias de Paul vivas dentro de cada um de nós, ele jamais será esquecido. 

  We love you Paul, we miss you. Other. It's been two years and we hardly know, but while you're gone, will always be in our hearts. Til we die, Paul.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Digite o seu comentário sobre a postagem acima e em seguida clique em "Publicar". #Palavrões são liberados.