Maggots Motherfuckers ↓

Translate/Tradutor

Visualizações do blog:

12 de jan de 2012

LIKE BREATHING IN SULFUR!

Olá filhos da puta, tudo bem? Me desculpem pela demora para postar, estava sem criatividade nesses últimos dias, e de certa forma ainda estou, portanto irei extrair algumas coisas do meu cotidiano (tudo relacionado ao Slipknot, é claro) para compartilhá-las aqui, com vocês. Uma dessas coisas é que estou ouvindo muito Sulfur, nesses últimos dias, sei lá... em um momento me bateu uma vontade repentina de ouvir tal canção, então ouvi uma vez, duas vezes, três, quatro, cinco vezes, o negócio ficou meio fora de controle e ainda está, só para constar, estou ouvindo o Corey berrar Like Breathing the sulfur, com aquele gutural foda e estático.

É muito estranho começar a ouvir uma música e viciar-se nela a ponto de ouvir umas 20 vezes seguidas, sem parar... tudo isso, porque um desejo muito louco toma conta de nós Maggots, e só sai quando quer. Quem curte Slipknot sabe do que eu estou falando. Agora parando e analisando um pouco de Sulfur, em seus diversos aspectos como letra e melodia, por exemplo, será que esses fatores influenciariam de forma subliminar nossos vulneráveis cérebros? Quer dizer, será que de uma forma indireta à qual não percebemos essa música manipularia ou influenciaria os nossos miolos, fazendo-nos ouvir a mesma música 1 milhão de vezes? Não quero tornar o post em algo científico, estou apenas tentando entender, junto a vocês o que nos levaria a ter uma atitude no mínimo anormal. Sei lá cara, não sei bem qual ou quais fatores nos levariam a isso, mas qualquer idéia que surja de vocês, por favor, divulguem-na na caixa de comentários, seria interessante. Me deixaria mais cultural.

Porém, deixando a ciência e as mentes normais de lado, voltemos a pensar como os legítimos Maggots que somos, dessa forma, expondo todas as nossas palavras que tenham qualquer relação com Sulfur, então aqui vão as minhas. O comecinho de tal canção é foda e bem veloz, com aquela alta e repentina entrada de guitarra de Mick, juntamente com a batucada e os splashs (batida nos pratos) de Joey, seguidamente surgindo o pedal duplo e os efeitos de Sid Fucking Wilson, até que finalmente Corey começa a cantar, antecipando um breve gutural. Realmente acho que todos já conheçem o começinho da música, portanto nada do que foi dito a cima no último parágrafo é novidade, apenas a exprimi em palavras, porém essa é apenas parte do processo, pois eu ainda não dei a minha opinião como fã, sobre o que eu acho de Sulfur, então aqui vai ela. Cara, é muito relativo alguém opinar sobre alguma coisa, mas eu tento, porém sobre tal canção comentada no post devo dizer que a acho bem agressiva, especialmente no fim, quando o Corey engrossa bruscamente o gutural e o Joey faz uns splashs mais lentos com o prato lateral de latão, o final foi um dos pontos fortes, com certeza... isso sem esqueçer, que anteriormente a este finzinho que estou citando, Jim e Mick tocam ao mesmo tempo a mesma coisa, então fica mais forte, e isso ao lado do #1 e do #8 repetindo o refrão com aquela voz diabólica fez o desfecho da música ser de ouro.

Mas lógico que também não devo me esqueçer da voz suave de Chris cantando o refrão, fazendo o vocal de apoio para Corey, ficou bem bacana. Sid Wilson também interagiu bem com o conjunto todo fazendo alguns efeitos, principalmente no começo, meio (solo) e fim de Sulfur... além de Joey que desçeu a lenha na batera, exaltando seu pedal duplo que foi executado com perfeição, sem deixar de fora aquela batucada dele no final e meio da música, que deve ser difícil pra caralho de fazer, mas que fez a diferença. Contudo, agora já tendo falado da canção, falemos do videoclipe, o qual achei um dos melhores, com certeza um dos mais bem pensados clipes do Slipknot, porra, o lance da água foi genial! Ficou bem melhor do que ficaria se não a tivesse (água), deu um toque a mais no clipe (e que toque!), isso sem falar daquela saídinha deles da água no final, ficou macabro! Me lembrou um pouco do filme Terra dos Mortos, onde tem uma cena na qual uma multidão de zumbis sai da água, ficou bem parecido mesmo, porém tal 'macabrisse' não ficou macabra pelo fato de ser semelhante ao filme, mas sim pela forma estrondosa como eles saem da água, jogando o líquido para todos os lados, mexendo o cabelo e fazendo gotículas desse mesmo líquido voarem em todas as direções, fatos esses, aliados aos olhares psicopáticos deles ao saírem da água, especialmente os olhares de Mick, que pareçe estar puto de raiva, louco pra quebrar a cara de alguém e o de Joey, que deixa parte do cabelo molhado sobre a máscara, olhando para cima, mas que dessa forma seja possível ver seus olhos, onde pareçe que ele está sentindo muita dor, tipo morrendo. Também achei interessante a forma como os caras do Knot gravaram o clipe, a partir de um ângulo onde dá pra ver muito melhor os nossos ídolos em ação, como por exemplo o baterista, percussionista e dj, que foram os mais vistos desse ponto. Muito bem colocado.

Tanto o clipe como a música ficaram ótimos, pessoalmente acho Sulfur uma das melhores músicas do All Hope Is Gone, curti pra caralho, em todos os aspectos. O post ficou grande, puta que pariu! Porém, eu disse tudo o que queria falar, então apenas para finalizar e dar sentido à postagem, (afinal, o que é um post de Sulfur sem o clipe?!), curtam logo abaixo o link do videoclipe oficial de Sulfur, porque o vídeo era muito grande pra carregar, e rumem em direção à loucura, stay!

http://www.youtube.com/watch?v=PAAvNmoqDq0

6 comentários:

  1. Para viciar em uma música temos que levar em conta vários fatores, principalmente o seu emocional, depois as reações químicas que ocorrem em teu corpo (mais preciso no cérebro) quando escuta a música e começa a interagir com as reações causadas da sua emoção. Criando uma sensação única, fazendo você escutar a música várias vezes, e quando você muda de música e tem a mesma reação é porque seu emocional mudou.
    Também você pode iniciar com a música, escutando ela uma única vez, e fazendo lembrar alguma emoção, e a reação te faz sentir tudo de novo, as vezes você nem lembra o motivo, mas fica com o sentimento.
    Coisas do cérebro, não tem muito o que explicar...Mas o Sulfur talvez seja uma dessas substância no momento.

    ResponderExcluir
  2. William e suas postagens extremamente completas, bem pensadas e muito belas. Enfim, concordo com você de cabo a rabo, cara, Sulfur é acima da média, e sem dúvidas, uma das melhores, não só do All Hope is Gone, mas como de todo o fortissímo arsenal músical do nosso tão querido Slipknot.

    OBS: Sou eu Ryan ( foda-se ), Matt ou como vocês preferirem.

    ResponderExcluir
  3. Valeu Ryan, Matt e Nikki Rose. KKKKKKKKK Mas falando sério, obrigado pelos elogios, é muito bom saber que vcs vêem as minhas postagens bem completas, fico feliz.

    Mas é Laura, pdoe ser que sim... provavelmente mais um dos infinitos mistérios do cérebro humano.

    ResponderExcluir
  4. Tanto que dizem "quem conseguir usar mais de 10% do cérebro, pode ser um gênio, talvez até conseguir a telecinesia"

    ResponderExcluir
  5. As musicas do slipknot são todas viciantes, eu tenho knot no celular, no computador, em pen drive, e não canso de escutar todos os dias, quando não são as musicas, assisto aos shows ou clipes, com certeza elas nos viciam. abraço

    ResponderExcluir
  6. Pelo amor de Deus, enrolou demais e não falou nada. --'

    ResponderExcluir

Digite o seu comentário sobre a postagem acima e em seguida clique em "Publicar". #Palavrões são liberados.