Maggots Motherfuckers ↓

Translate/Tradutor

Visualizações do blog:

25 de abr de 2011

Biografando: Joey Jordison


Nome: Nathan Jonas Jordison
Data de nascimento: 26/04/1975
Nickname: Superball
Número: #1
Função: Baterista
Estado Civil: Sem informações
Projetos Paralelos: Murderdolls (extinto)
Máscara: Kabuki (Máscara japonesa) com coroa de espinhos

Sobre Joey:
Joey Jordison (batizado como Nathan Jonas Jordison em 26 de Abril, 1975 em Des Moines, Iowa) é um baterista estadunidense.
É o mais baixo integrante da banda (assim costumam chama-lo de "Pequeno Notável"). Prefere a guitarra do que a bateria. Foi um dos fundadores da banda e tocava guitarra em uma banda paralela chamada Murderdolls.
Joey já tocou com as seguintes bandas: Avanga, The Havenots, Anal Blast, The Regects, Satyricon, Metallica, Otep, American Head Charge e Ministry, recentemente estava como baterista temporario da banda Korn, mas já retornou aos seus trabalhos com o Slipknot. No Muderdolls ele gravou as partes de bateria e guitarra do CD, enquanto a banda não encontrava um baterista.
Durante o Ozzfest de 99, Joey fez algumas pinturas que deram mais vida à sua máscara. Ao longo da carreira, essas mudanças se tornaram mais freqüentes.
Baixinho e falador, o baterista do Slipknot diz que a falta de expressão da sua máscara combina com ele. Não importa se ele está alegre ou puto da vida, ninguém saberá que sentimento está por de trás dela. Não gosta de brigas por causa da sua altura. Admira muito Ross Robinson e afirma que o cara é completamente louco. Joey diz que durante as gravações de um álbum do Slipknot, Ross jogou um vaso nele. O vaso errou Joey e acabou acertando a parede e os pedaços se expalharam por toda parte... tinha pedaços do vaso até na sua boca. Escolheu o número 1 pois esse número significa "começo" e na maioria das vezes é ele que coloca o primeiro tijolo para iniciar a construção das músicas. Ele diz ser primo de Marilyn Manson devido à uma grande amizade de anos.
Ele começou a gostar do estilo metal quando aos seis anos de idade viu no jornal que Ozzy Osbourne tinha arrancado a cabeça de um morcego com a boca, "Imediatamente pensei que Ozzy era o melhor!", diz. Fez parte de um projeto da Roadrunner Records chamado "Roadrunner United", que consistia num grupo formado por membros das várias bandas ligadas à editora.
No verão de 2007, foi o baterista do Korn durante a sua tornê nos Estados Unidos e na Europa, desconhecendo-se ainda a existência de qualquer colaboração de estúdio com esse grupo.

Passatempos: Vídeo-Game, dormir, sexo.

4 comentários:

  1. caralho mano, sou mto fa desse cara, tah louco!
    melhor baterista do mundo, alem de ser uma inspiraçao na minha vida.
    ele era foda na guitarra do murderdolls, mas ainda assim, prefiro ele na batera. o cara eh um verdadeiro genio, o melhor integrante do slip, mto talentoso, foda pra caralho. ele eh perfeito em tudo.

    ResponderExcluir
  2. Também prefiro ele na batera do que na guitarra, e eu concordo que o cara é foda e talentoso pra caralho.

    ResponderExcluir
  3. Aham, o Joey tem estilo pra dar e vender.

    ResponderExcluir

Digite o seu comentário sobre a postagem acima e em seguida clique em "Publicar". #Palavrões são liberados.