Maggots Motherfuckers ↓

Translate/Tradutor

Visualizações do blog:

30 de jun de 2012

Antennas to Hell: Analisando o álbum

Olá Maggot's! Quem acompanha o 'Domínio Maggot' já está por dentro de tudo o que já rolou sobre o 'Antennas to Hell': a liberação da pré venda no Brasil, a divulgação dos integrantes através dos vídeos publicados no Youtube, entrevistas com os membros, etc. Porém, agora que pareçe que já sabemos tudo sobre o álbum (exceto como as músicas ficaram exatamente, claro) acho que é hora de fazermos uma análise bem completa e ampla sobre o 'Antennas to Hell', a fim de concluirmos juntos nossas idéias e conceitos. O objetivo da postagem não é expor apenas as minhas opiniões, e sim a de todos nós. O propósito dessa análise é que todos opinem, que deixem seu conceito em relação ao álbum, que seja uma legítima troca de idéias. A postagem é bem grande, então vamos lá.

Inicialmente, acho que o Slipknot cometeu um pequeno erro na divulgação do 'Antennas to Hell': divulgaram, mas não esclareceram do que se tratava. Após a publicação do vídeo do Sid para o álbum, todos nós ficamos confusos sobre a natureza do vídeo, o que mesmo após o esclarecimento de que seria um novo álbum, acabou provocando uma certa divergência do que realmente se tratava, sempre tem alguém que fica pra trás e sai espalhando que tal vídeo era tal coisa que não tem nada a ver, sempre. Acho que foi único deslize do Slipknot em todo o processo publicitário do álbum.

Sobre o álbum em si, acho que os remixes ficaram realmente muito bons, passaram-me uma impressão de simplicidade, como por exemplo no vídeo do Corey, My Plague, que me passou uma voz mais amadora, mais simples do #8 e que ao meu ver, ficou melhor do que a original. Sem falar, claro, das ótimas mixagens do refrão de The Heretic Anthem, em que foi recortado o '666' e mixado em certos trechos do clipe, ficou muito bacana e bem bolado. Já sobre o vídeo do Sid, que contou com Surfacing e People=Shit, acho que todos concordamos que aquelas "travadas' em certos momentos ficaram muito bem colocadas, sem esqueçer das repetições de alguns pedaços das músicas. As mixagens do #0 em seu vídeo ficaram geniais, tanto que muita gente julga como o melhor entre todos. Sem dúvida o Sid foi mestre em ligar uma música à outra. O clipe do Joey para o 'Antennas to Hell' ficou excelente, realmente muito bom... o que me chamou a atenção foi uma base de guitarra um pouco diferente aos 0:58, sem falar que em certa parte da música, Corey fica falando apenas "eyes", do trecho "I push my fingers into my... eyes", mas com tons diferentes do começo da música e de sua voz já alta, no berro mesmo, ficou bem bacana nesse ponto, além do violino encaixado no trecho "All I've got! All I've got is insane!".

Com o vídeo do Chris, veio-me uma grande surpresa logo de cara: aquela percussão com um som "amadeirado", o pedal duplo do Joey no mesmo ritmo e o Corey cantando o refrão mas num ritmo mais lento do que a percussão, ficou inacreditável na forma como eles combinaram percussão e vocal numa mesma música, mas em compassos diferentes! Ainda sobre o vídeo do Chris, também devo destacar que foram colocados alguns efeitos bem bacanas, como um pedacinho da base de guitarra de People=Shit. Agora uma das mixagens de que mais gostei: Jim Root, com Psychosocial e Dead Memories. Novamente, ficou extraordinária a forma como eles ligaram uma música à outra, e ligaram isso às mixagens. Para mim, com certeza uma das melhores divulgações do 'Antennas to Hell', se formos opinar unicamente a música. As bases de guitarra, os trechos repetidos, os efeitos, ficou tudo simplesmente perfeito... ou quase, se não fosse aquele final de Snuff. Não que Snuff não seja boa, mas acho que tenha sido um final adequado à Dead Memories e Psychosocial. Outro vídeo que me agradou bastante foi o de Craig, porque porra, logo de cara duas músicas fodas pra caralho, Pulse Of The Maggots e Purity, mas o que matou a pau foram as versões ao vivo da segunda música, onde o Corey dizia "I wanna see everyone fucking jumping, one, two, three, yeah!" aos 0:45 com Joey conduzindo a música com os pratos de condução. Outro trecho parecido, e que também ficou muito bom foi o de Corey dizendo "This song is about a girl in a box", fazendo referência à inspiração para Purity, na sequência seguindo-se o refrão de Pulse Of The Maggots e a repetição de alguns efeitos da música, e no fim o #8 cantando o refrão de Purity na mesma condução anterior de Joey, ficou fantástico.  

Porém, no meio dos vídeos do 'Antennas to Hell', ao meu ponto de vista, um erro: Clown divulgando Snuff. Novamente, acho que não foi adequado. O Shawn, por ser um cara mais insano no palco deveria receber uma música mais a sua altura, mais insana. Ao meu ver, Snuff deveria ter ficado para o Paul, junto com Til We Die. Mas apesar desse erro, também foi um bom vídeo publicitário do 'Antennas to Hell'.

Após isso, Mick Thomson com Disasterpiece e Left Behind. O vídeo em si, a parte visual ficou perfeita: muita batida de cabeça violenta, como as que já estamos acostumados a ver nos shows do Slipknot, além da perfeita adequeção de músicas: clássicos insanos do Knot para um dos membros mais insanos e descontrolados no palco, perfeito. Mas o que vale a pena ressaltar, foi a voz do Corey no vídeo de Mick, que mais uma vez passou-me uma sensação mais amadora, mas que também ficou melhor do que a original. Os efeitos aplicados no vídeo do #7 também foram significativos e ficaram bem bacanas, apenas acho que poderiam ter ousado mais nesse sentido no vídeo dele.

Porém, foi no vídeo de Paul que ficou a maior surpresa: a fusão de duas músicas totalmente diferentes, Vermilion e Sulfur, com repetições de certos trechos e a implementação de violino, que com certeza deu um destaque admirável ao longo de toda a divulgação do baixista. Fiquei extremamente surpreso ao ver o 'Antennas to Hell' do #2 e logo de cara ouvir violino, aí logo em seguida a base de Sulfur com o magnífico prato de latão, mas a caixa num ritmo diferente, mais acelerado. Outro aspecto que também me agradou bastante no vídeo do Paul foi a repetição intercalada de trechos de ambas as músicas, ficou muito bem colocado, além da repetição da condução percussiva do Joey e dos solos também de ambas as músicas, ficou muito bom, ótimo! Tão bom quanto a do Jim, que pra mim foi a melhor.

Os vídeos e remixes do Jim, Craig e Paul ficaram os melhores, sem dúvida! Mas isso pra mim.

No geral, todos os vídeos divulgando o 'Antennas to Hell' ficaram muito bons, com exceção do Shawn que foi o que menos me agradou, devido à "má escolha da música" com ele, foi inadequado ao meu ponto de vista. Agora tudo o que nos resta é esperar o dia 24/07 até o lançamento do álbum e ver exatamente como ficou cada música incluída no CD. Espero que tenham curtido essa imeeeeensa postagem. stay maggot's!

3 comentários:

  1. É, acho que o maior erro foi o Shawn divulgar Snuff, essa música não tem nada a ver com o #6. Acho que Snuff deveria ficar com o Paul. Shawn deveria apresentar Eyeless, acho que combina muito com ele. Mas o vídeo do Mick ficou o mais perfeitos com Left Behind e My Plague, tudo a ver com ele.

    ResponderExcluir
  2. Disculpa está contrariando vocês, mas na minha opinião o video ATH#5 foi pra min um dos melhores... O fato não é de "a musica não ter a ver com ele", está errado, tipo... Na minha mente, eu acho que eles tentaram criar um clima nostalogico(nem sei se existe essa palavra)...
    Um clima de nostalgia a Shawn, por que ainda sim ele é o que mais... Digamos assim "se fudeu" nos show, ele é oque tem um historicos de loucuras mais grande dali... (competindo apenas com o Sid... Mas o #0 nem sempre se fode ;)) Então, na minha opinião foi uma tentativa de criar um clima "nostalogico"... ;)

    ResponderExcluir
  3. É Pedro, concordo contigo. Snuff deveria ter ficado com o Paul, mas mesmo assim, tanto a divulgação do Shawn como a do #2 ficaram muito boas... mas poderia ter sido melhor a do #6, convenhamos.

    Não acho que tenha ficado nostálgico, nem que o Slipknot tenha tentado apssar essa impressão, do meu ponto de vista a banda quis que o vídeo do Craig ficasse mais "sinistro" com todos aqueles seus efeitos e samplers, que podem ser facilmente percebidos logo nos primeiros segundos.

    E me desculpem pela demora para responder.

    ResponderExcluir

Digite o seu comentário sobre a postagem acima e em seguida clique em "Publicar". #Palavrões são liberados.