Maggots Motherfuckers ↓

Translate/Tradutor

Visualizações do blog:

29 de nov de 2011

O QUE ACONTEÇEU COM O GOSTO MUSICAL DAS PESSOAS?!

Caralho meu, eu me pergunto como a Humanidade se fudeu tanto! Puta merda, funk, pagode, sertanejo, que merdas são essas? COMO AS PESSOAS PODEM GOSTAR DE MERDA!? Vou explicar o porque essa minha revolta, bom, no último sábado, estava eu vendo o programa Altas Horas, na Globo e entre os convidados especiais estava Michel Teló. Só de ouvir esse nome fiquei descontente, sabia que ia dar merda naquilo, mas continuei olhando... até que o diabo do apresentador pediu que o Michel Cocô cantasse uma música, naquele momento senti que o pior estava por vir. Mas porra do caralho, quando aquela bicha começou a cantar "nossa, nossa, assim você me mata. ai se eu te pego, ai ai se eu te pego" e a platéia começou a cantar e bater palma junto, deu vontade de rir, de tão ridículo que aquilo foi, e lógico que inevitavelmente eu disse: 'Pega no meu pau'.

Mas voltando ao tema do post, conforme fui vendo a reação das pessoas com o Michel Cocô fiquei abismado, e isso me levou a pensar em como as pessoas podem gostar de uma coisa tão sem graça, tão gay. Porra, eu sinceramente acho que o Brasil e que talvez o mundo tenha esquecido o que é música, qual o significado dessa palavra, que a música é baseada em cultura, em sentimento e não num cara que se acha bonitão e que faz música apenas pra ganhar dinheiro e fama. Antigamente, os caras montavam as bandas pra se divertir, pra se expressar através de suas canções, de expor suas idéias pro mundo, como os caras do Metallica e Slipknot, por exemplo... mas pelo que percebo hoje em dia, isso não ocorre mais, o que eu vejo hoje em dia são um bando de imbecis que "fazem música" apenas pela fama e pelo dinheiro, e não pela alma do negócio, como deveria ser. Isso é um absurdo, não entendo como as pessoas chegaram a tal ponto... mas por enquanto estamos falando do chamado 'sertanejo universitário', porém a coisa piora ainda mais com uma coisa repugnante chamada funk.

Putaria e maconha, é nisso que essa merda denominada de funk se baseia. E ainda tem gente por aí que ousa dizer que essa porra é música, como são imbecis... além disso gastam um precioso tempo de suas vidas ouvindo esse lixo, mas isso é problemas deles, enquanto eles tão com o funk, eu tô com o Slipknot (H)!

Agora a pouco, eu estava na rua com alguns amigos meus, e um deles colocou uma música da qual não consigo descrever de tão baixo que era o nível das palavras, tudo que eu conseguia entender era uma vadia com fogo na buceta dizendo: "tô na cama, com a xota molhada, vem aqui negão gostoso, mete com violência na bucetinha... no ritmo da estaladinha" era algo assim, não consegui ouvir isso de tão desconfortável que era, então agora é que eu pergunto: isso é música? Essa merda, que só faz apologia ao sexo e às drogas é mesmo música? Quem diz que sim, que essa porra é música, só pode estar completamente bêbado ou muito chapado, com certeza. Com essas míseras palavras que ouvi nos cerca de 10 segundos de música, fico agradecido a Deus que sou do rock e do metal. Encham a boca pra dizer que nós rockeiros e Maggots curtimos bandas estranhas, que usam máscaras e macacões, que cantam com a voz do demônio, que não dá pra entender nada porque é pura gritaria, que o rock faz apologia ao Diabo e tudo mais, mas se for mesmo do Satã (coisa que duvido muito), essa foi a melhor coisa que ele inventou e que graças a Deus agradou aos meus ouvidos, porque francamente, eu me pergunto como um ser humano pode curtir funk e pagode ou ambos, é incompreensível isso. Curto rock e metal sim, adoro a voz do demônio, amo Slipknot... e digam o quiserem (para os funkeiros que lerem isso), e não me levem a mal, mas a nossa música é e será eternamente milhares de vezes melhor que a de vocês.

Agora, só para mostrar mais um pouco do fundo do poço, o maldito pagode. Caralho, nas raras vezes em que ouço pagode na rua ou em qualquer outro lugar, com aquela "música", só consigo pensar em um gordo de 110 quilos, deitado no sofá, tomando cerveja e vendo televisão ou então aqueles vagabundos pinguços que vão pro buteco da esquina e passam o dia bebendo Skol, vendo jogo de futebol, jogando sinuca e fumando aqueles cigarros bem vagabundos, são apenas essas as imagens que me vêem a cabeça, mas porque será? Se você se olhar no espelho, vai ver unicamente o que você é... quando ouço pagode eu imagino merda porque? Não porque eu não tenho cérebro, muito pelo contrário... eu imagino merda, porque tenho cérebro suficiente pra saber que pagode é uma merda, e distinguir música boa de música ruim, nesse caso o pagode ficando como música ruim, perdendo apenas pro funk que é literalmente o fundo do poço.

Enfim, isto é o que eu penso sobre as atuais merdas músicais do Brasil, qualquer coisa a concordar ou discordar comentem, e já aviso que quem defender essas bostas, vou mandar pra puta que pariu, não tem nem o que discutir depois de ter lido tudo o que eu escrevi aqui, acho que era isso, e continuem no metal!

15 comentários:

  1. Calma, isso porque você viu nos altas horas, eu hoje acabei de ler no jornal que esse michelo está começando a fazer sucesso na Espanha ou Portugal...
    E não viu um moleque colocando música psychosocial, cantando e depois de 30 segundo colocando um pagode, você descobre pelo "lele,lelele..."
    Beijokas, te add no msn

    ResponderExcluir
  2. Verdade cara, o mundo não sabe mais o que é uma boa música, só "fazem música" pelo dinheiro mesmo, concordo plenamente contigo Wiliam, e que apesar disso está acontecendo, continuamreos com nosso rock e/ou metal \m/

    ResponderExcluir
  3. concordo com tudo que voce disse wiliam.nossa eu ja passei por essa experiencia orrivel de um amigo meu colocar umas dessas bostas de funk, e eu ficar mais ki bosta e essa.mais hoje graças a min ele nao ouve mais funk gloria deus.e sim Rock e um pouco de metal 8).bom menos 1 né =).

    ResponderExcluir
  4. É Laura, não entendo como esses caras sem conteúdo nenhum conseguem afzem sucesso no exterior, mas fazer oq... alguém tem que ser o bode expiatório do mundo. Ah Laurinha, eu troquei de msn agora é williamdm18@hotmail.com - Desculpa, mas add lá que eu aceito, bj.

    É Bruno, o que eu falei foi a mais pura verdade, com certeza... não forcei a barra, mas hoje em dia os caras são motivados pelo dinheiro apenas e nada mais, a essência se perdeu.

    Coitados de nós Jak, termos que ter aturado essa bosta de funk e pagode.

    ResponderExcluir
  5. lógico que inevitavelmente eu disse: 'Pega no meu pau'. ri pra caralho cara
    Verdade, as pessoas de hoje não são mais como antigamente( quem sou eu pra dizer, nao vivia no tempo da minha vó, mas conserteza eram muito melhor do que hoje)
    No meu colegio.... nem falo nada
    tb te add no msn

    ResponderExcluir
  6. Cara ta certinho parceiro só vo da este exemplo a musica de funk dura em media 5 dias depois disso ja enjoa isso um amigo meu funkeiro disse pq tinha outro muleke la com uma musica que tinha sido lançada semana passada e ele disse que ja era velha
    Entao eu disse, adivinha quando foi lançado SPIT IT OUT kkk
    E é claro acho que sou um santo pois este meu amigo esta ouvindo mais Slipknot do que funk
    Gloria a Deus!!! consigui um e olha q eu moro na Z/L de SP

    ResponderExcluir
  7. Andressa, eu sabia que alguém acabaria rindo deste meu pequeno comentário em relação ao programa de tv, mas falei de verdade e não apenas para gerar risos.

    Puta merda Slim você fez milagre... converteu uma funkeiro em um roqueiro, parabéns, agora só resta saber: roqueiro mesmo ou apenas mais um poser?

    ResponderExcluir
  8. Nao cara eu acho que é mais um roqueiro pois o doido pegou uma camisa branca velha que ele tinha e fez a mascara do Corey do All Hope is Gone e ate fico loko i é serio pq ele escuta o dia inteiro e ja ate me disse que sentia pena pq ele começou a ouvir justo agora que a banda perdeu um de seus integrantes ai é claro eu falei era uma epoca muito doida quando o Paul estava vivo

    ResponderExcluir
  9. O q acontece que qnd tem alguma banda boa o povo mete o pau, mas merda eles ouvem. Podia voltar a época do Legião Urbana,Engenheiros do Hawai e Barão vermelho.

    ResponderExcluir
  10. Funk & Pagode kkkkkkkkkkk' o mais apropriado a fazer é rir, já que esses/as filhos da puta passam horas em bailes dando/comendo a xota(s) e o(s) cú(s) enquanto poderiam estar tentando evitar a AIDS, criando seus filhos e etc...

    ResponderExcluir
  11. Slim, o cara virou roqueiro mesmo então, que bom... mais um pra família.

    Mih, é verdade... também curto Engenheiros do Hawai, os caras são uma lenda da música brasileira, mas gostei da sua iniciativa de querer que a gente voltasse àquela época.

    Ryan, o mais apropriado é rir mesmo... mas matá-los tbm não seria má idéia, o Diabo saberia oq fazer com as almas deles.

    ResponderExcluir
  12. pqp kkkkkkkk'
    eu rio d+ cara só rir mesmu

    o problema que nois passamos vergonha la fora galeera, aki nois somos idiotas pros cara de fora...por que infilismente a maioria dos brasileiros nao tem cultura e naun sabe oque e musica


    eu prefiro fika com o rock e metal no meu canto (H)

    ResponderExcluir
  13. eu sofria na escola porque as meninas ficavam escutando aquela merda daqueles funks enquanto eu aprimorava a minha cultura com o Slipknot e ela falavam que rock não era musica eu mandava elsa se fuderem não me arrependo nem um poukinho de teer chingado elas e ate fiz uma gostar de Slipknot tbm to fazendo a minha mãe comprar uma camiseta do slipknot pra mim de natal ainda

    ResponderExcluir
  14. Nuss disse tudo!
    tudo o que você pensa eu penso também.

    ResponderExcluir

Digite o seu comentário sobre a postagem acima e em seguida clique em "Publicar". #Palavrões são liberados.